#viaja, Minha Viagem

#viaja: Apps e sites legais de viagem

Antigamente viajar era mais complicado, hoje temos muitos recursos tecnológicos que ajudam a definir destino, como ir, hospedagem, passeios, restaurantes, compras e gastos. Planejar ficou muito mais fácil, ai dá até para ir mais longe e viajar cada vez mais. Separei alguns aplicativos e sites que consultamos para a viagem que fizemos para Paraty, Penedo e São Lourenço:

  • Google Maps: Google Maps é um grande colaborador, além de rotas e caminhos, recursos como o Google Earth e Street View nos permitem visualizar tanto por cima como pela superfície os locais que pretendemos ir. Não olhamos a pousada de Penedo pelo Street View, possivelmente se olhássemos não ficaríamos lá pela região mais degradada. Uma vantagem é que dá para baixar os mapas, não devemos confiar no sinal das operadoras em todos os lugares. Basta ir no menu e entrar na áreas offline.
  • Waze: Waze é um aplicativo de navegação muito utilizado nas grandes cidades. Com ele é possível buscar o caminho mais rápido, evitar trânsito pesado e até acidentes. Bom para economizar tempo e combustível. Waze também é colaborativo, dá para avisar aos outros usuários sobre acidentes, obras, engarrafamentos, problemas na pista e muito mais. O bom de usá-lo na estrada é a visualização do fluxo de veículos, radares e em outras cidades para saber a melhor rota de acordo com o horário e trafego no momento em um local desconhecido.
  • waze_map
  • Tripadvisor: Tripadvisor reúne locais avaliados pelos usuários do aplicativo. Utilizamos muito para buscar informações sobre restaurantes e passeios. Recomendo fazer uma pesquisa prévia, ler os comentários e salvar os locais interessantes. Dá para fazer reservas de hospedagem pelo Tripadvisor também. É bacana dar um retorno sobre o passeio, assim como você usufruiu da avaliação da comunidade, a sua pode ser bastante útil para quem procura informações. Também apresenta uma parte offline, basta baixar numa wifi e reduzir o gasto do seu pacote de dados.
  • Booking: Fiz a reserva de duas pousadas através do Booking, o foco deles é hospedagem. É ótimo para pesquisar preços.Também tem uma parte para avaliação de usuários, mas não dá para confiar em fotos e avaliações sempre, a pousada de Penedo foi uma decepção tanto pela descrição como pelas fotos e avaliações. Ai vale a pena ver a localização pelo Street View, buscar outras fontes de informações como redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter), reclame aqui e resenhas no Google feitas por sites e blogs.
  • booking
  • Buscas Google: Sabia que o Google tem um sistema de avaliações de locais? Eu já tinha visto, mas nunca colaborei. Funciona de forma muito parecida com o Tripadvisor, tem vários lugares e mostra a informação mais atualizada e completa. Além do endereço, mostra os dias que abre, horário de abertura e fechamento, se faz reservas e até estimativa de tempo gasto na atração. Mais uma vez, é importante comentar e deixar suas impressões, boas ou ruins, só a nota não dá a real visão do local. Dá para salvar as indicações interessantes e vê-las no Google Maps, fica tudo interligado.
  • Redes Sociais: É bom buscar o estabelecimento em uma rede social, lá as pessoas comentam com mais facilidade, postam fotos e te permitem visualizar de forma mais real, sem fotos montadas e descrições maravilhosas. Utilizamos o Facebook e Instagram nesta viagem. No caso, o Instagram permite que a pessoa poste marcando o perfil do estabelecimento, utilizando a localização ou algum tipo de hashtag.
  • wikiloc-channels
  • – Maps.me: Para usar mapa offline, acho muito bom o Maps.me (MapsWithMe). Você pode baixar os mapas de estados e cidades para acessar mesmo sem internet. Os mapas são relativamente pequenos (todos em formato vetorial). Todos os mapas são do projeto OpenStreetMap, um projeto colaborativo para criar mapas livres de todo o mundo. Os mapas não são tão completos em sua lista de restaurantes, bares, hotéis, etc, mas é uma excelente opção para economizar no pacote de dados e para aquele momento em que você fica sem sinal da operadora. Assim você não fica na mão e perdido. Além disso, o aplicativo permite que você adicione camadas de informação através de arquivos .kml (formato de arquivo para anotações geográficas e visualização de conteúdos, utilizado por exemplo no Google Earth).

– WikiLoc: Se você gosta de se aventurar, uma boa dica é o WikiLoc. Existe o site e também o aplicativo. Como o nome sugere (wiki) é uma forma colaborativa de trocar informações sobre trilhas para fazer de bike, à pé, carro, escalada, etc. Os usuários compartilham a trajetória da trilha que fizeram, com comentários e fotos. Você pode verificar o nível de dificuldade, elevação, perfil e tipo do terreno, e muitas outras informações para te guiar. Você pode ainda baixá-las em diferentes formatos (.gpx, .tcx, .klm, etc) para utilizar em outros aplicativos ou no seu Garmin ou outro GPS que suportar estes arquivos.

Tem alguma dica de aplicativo ou site para viagens? Compartilhe!

Imagens Google

Comments

comments

Leave a Reply