#gastrô, Belorizontices

#belorizontices: Kanpai

O blog foi a convite da assessoria do Kanpai.

Uns dias atrás fomos ao Kanpai, um restaurante de comida japonesa que abriu recentemente. Kanpai começou com um buffet de comida japonesa que atende muito a eventos fechados como formaturas e casamentos. E para quem conheceu o Kanpai numa festança por ai, agora eles tem uma casa no Sion super bonita e com diferenciais interessantes. Primeiro que a arquitetura fugiu do convencional, não parece aqueles restaurantes de comida japonesa tradicionais cheios de móveis de bambu e cerâmicas velhas. É um ambiente jovem, alegre e bastante confortável.

O sistema de atendimento também é diferente. Ao chegar, você é recepcionado pelo garçom que te explica a dinâmica da casa. Cada um recebe um cartão com QR Code e faz o pedido pelo menu no tablet. Lá tem tudo, fotos, descrições e preço. Você seleciona o pedido e finaliza com a leitura do QR Code. Ai só esperar chegar, o garçom leva seu pedido. Através do tablet é possível controlar os gastos também. Ao final, basta solicitar ao garçom que feche a conta. Funciona tipo cartela individual. Eu achei bom, principalmente a parte que o “cardápio” fica na mesa, que coisa mais chata ter que pedir cardápio o tempo todo porque o garçom tira sempre que passa.

Guioza

Bom, mas vamos aos comes e bebes? Como dirigia, só Leo bebeu um drink que tinha maracujá, limão siciliano e wasabi. Eu experimentei duas vezes, na primeira eu senti o wasabi bem lá no fundo, na segunda eu não o senti mais, foi mascarado pelo maracujá que é bem forte. Quero voltar lá para beber drinks, mas certamente não pego nada de maracujá pois sempre acho que ele impregna e mascara os outros ingredientes. Maracujá só no suco mesmo.

Fruit Ninja

Pedimos umas entradas, mas considere que as entradas são para uma pessoa. Se quer compartilhar, melhor pedir dois ou variar o pedido pois as mesmas são pequenas. Eu adorei o atum selado, comeria só ele se deixasse. Atum é o meu peixe preferido na comida japonesa e o de lá estava bem fresco. A guioza é uma entrada mais bem servida, mas como é uma das coisas que mais gosto, talvez não daria ao coleguinha. O bolinho de salmão frito é gostoso, bem temperado e ficou ótimo com o molho agridoce porém deixou saudades.

Atum selado

Tem gente que gosta de ir em self service de comida japonesa ou então em rodizio. Eu acho self service caro e não consigo comer muito em rodizio, as opções mais baratas geralmente não incluem sashimi e rapidamente eu fico cheia de arroz. O esquema de combo no Kanpai une o melhor dos mundos: escolher as peças o numero de peças (8 ou 12) e quais mais agrada. O preço não passa 29,90 e eu achei bem justo. Se não comesse entradas, iria no de 12 peças. Gostei muito do peixe branco com raspinhas de limão torrado, sem dúvida foi meu preferido. Tem opções maçaricadas, pedi no meu e gostei muito pois não estava cozido, só tinha uma capinha leve dando aquele gostinho tostado.

Combos

Lá no Kanpai tem opções de pratos quentes, com carnes e sem. Leo não é chegado no peixe cru, foi de yakissoba de filet mignon. Estava bem gostoso e farto. Lá tem opções mais gourmet de pratos quentes e tem umas opções que eu consideraria um sushi de carne, como um medalhão de frango em que a apresentação se assemelha do hot filadelfia da vida (enfileirados). Bem legal e faz com que quem está você entre no clima “japa” também.

Yakissoba

Por fim, a sobremesa. Pedimos o petit gateau, estava gostoso, mas nada fora do comum. As sobremesas são mais tradicionais e não tem nada que seja com uma pegada mais oriental não, acho que poderia ter ao menos uma que fizesse uma referência ao universo oriental de forma mais direta. Leo fez uma pesquisa e achamos interessante o tempura ice cream, confesso que queria provar. Talvez esperasse mais pois até aquele momento tudo foi tão diferente né?! O forte mesmo é a comida, numa próxima oportunidade eu pularia esta parte e me concentraria em pratos quentes mais diferentes, drinks e voltaria no atum selado. E eu quero voltar em breve!

Categoria: comida japonesa, amigos, casais

Ponto Forte: sistema de auto-atendimento e combos customizados

Ponto Fraco: sobremesas mais tradicionais

Gasto Médio: R$50 reais por pessoa

Onde fica: Rua Pium -í , 1122. Sion

Telefone: (31) 3656-4621

Comments

comments

1 Comment

  1. Laura NolascoNo Gravatar

    27/07/2017 at 17:27

    Que maravilha encontrar blog de mais alguém de BH!
    Adorei o post e fiquei morrendo de vontade de ir conhecer esse lugar, já mandei link pro namorado aqui que é louco com comida japa também!
    Beijos!

Leave a Reply