#gastrô, Belorizontices

#belorizontices: Bistrô Di Pasta

O Bistrô Di Pasta fica no caminho de Rio Acima, perto do Ouro Velho Mansões. Numa das nossas idas para o Canto das águas, eu vi o simpático lugar e comentei com Leo. Ai em vez de fazer comida ou almoçar no restaurante do Canto resolvemos fazer um pitstop no bistrô. O local é simples, pequeno, poucos funcionários e uma vista bonita se você chegar ou sentar perto da janela.

O cardápio tem muitas opções, a grande maioria esbarra no tradicional da culinária italiana. Os preços também são bem convidativos se comparar aos valores praticados por restaurantes italianos em Belo Horizonte. Eu pedi uma lasanha a bolonhesa (22 reais) e Leo foi de Linguine à Carbonara (R$25,00). Já comi muita massa honesta e barata, então por que não arriscar? A garçonete nos alertou que a lasanha demoraria pois ia ao forno para gratinar, como não estávamos com pressa isso não foi empecilho. Pedimos a carta de vinhos mas achamos cara visto que a maioria dos rótulos nós sabíamos os valores e estavam inflacionados, ai ficamos na coca zero mesmo…

Como a casa estava cheia, os pratos demoraram além do normal. Quando chegaram, eu tomei um susto com o tanto de liquido que circundava a minha humilde lasanha a bolonhesa. Era muita coisa, a lasanha não estava gratinada e a sensação que tive foi que colocaram a massa congelada no microondas e ela chorou pelos maus tratos. Chorou muito coitada. De gosto, nada de muito excepcional, estava com a massa mais cozida que o ideal. Realmente vem com muita cenoura picada em cubinhos, se você não gosta, pule esta opção. Minha mãe costumava enganar Thiago batendo cenoura cozida no liquidificador junto com tomate para depois fazer o molho a bolonhesa. Era praticamente imperceptível, mas no caso, ela foi muito visível a ponto de não ser um plus mas de brigar com a carne moída.

O prato do Leo veio com uma cara boa mas… Na descrição era linguine era na verdade um fettuccine, eu até gosto mais de fettuccine, mas meu pai é da turma do linguine e dependendo do molho isso interfere bastante. Eu achei o carbonara bem médio, estava mais para um macarrão com molho branco e linguiça/bacon. O carbonara original leva linguiça/baco e creme feito com ovos, creme de leite fresco e parmesão. Não parecia com nenhum carbonara que já comi, não estava ruim, mas não era carbonara…

É aquela história, não é de todo ruim mas poderia entregar algo bem melhor diante do cuidado visual (logo, cardápio, escolha do lugar, ambiente, fotos em redes sociais e site…). Não sei se depositei muita expectativa, mas as fotos e a fome me iludiram por completo. Confesso que fico com pesar de ver um local com potencial aparentemente perdido em erros tão primários… Tomara que seja azar meu, mas prefiro não dar chance ao azar…

Categoria: casais, família (não tem espaço kids)

Ponto Forte: vista do local e preço

Ponto Fraco: comida diferente do descrito, falta de cuidado no preparo.

Gasto Médio: R$40 reais por pessoa

Onde fica:  Rodovia Januário Carneiro, 1.630 – Ouro Velho Mansões

Tem o menu com preços no site: https://www.bistrodipasta.com.br/cardapio

Comments

comments

1 Comment

  1. LifestyleMommyNo Gravatar

    10/03/2018 at 18:24

    Módulo 3Massas tradicionais, risoto e molhos(lasanha, inhoque, talharim, Espaguete, Risoto de frango, molhos tradicionais: bolonhesa, branco, carbonara, Molho de tomate, pesto).

Leave a Reply