#viaja, Casamento

Comer e beber em Paris

Antes de viajar, Leo e eu fazemos listas de lugares que queremos ir. Tanto de passeios, como de lugares para comer e beber. Claro que as listas são sempre maiores que o nosso tempo (e nossa fome também…). O orçamento também é considerado. Viajando para um lugar que cobra em euro é difícil fechar os olhos e passar o cartão sem dar um mini infarto. Então cruzei o que gostaria de comer com endereços mais econômicos bem avaliados (google, tripadvisor, facebook e afins).

Panifica
Fomos a Panifica, uma padaria simpática que fomos no primeiro dia. Paramos para tomar o café e foi o melhor croissant que comemos em Paris. A padaria tem uma decoração simpática, produz pães e outras guloseimas. Localização: https://goo.gl/maps/HdGH7LQnQsy . No quesito croissant, também fomos ao Tout Autour du Pain, que é considerado o melhor croissant de Paris. Mas prefiro o do Panifica. O suco de laranja do Tout é maravilhoso, super concentrado e doce, nunca tomei um suco tão bom como este na minha vida. Tinha um folhado com amêndoas muito bom, melhor que o croissant. Localização: https://goo.gl/maps/nDZHrXa4j822 .
Ao longo do caminho fazíamos alguns lanches para segurar a hora do almoço, que praticamente se tornava a nossa refeição principal. Andávamos muito e à noite optávamos por tomar um vinho e beliquetes (queijos, pães, castanhas…) no hostel mesmo, descansando para o próximo dia de passeios. Para isso, passávamos em supermercados na volta e comprávamos o que iríamos comer, mas falarei disso mais tarde.

Exki

Pomme de Pain

Fizemos lanches bons em dois lugares. O Exki, uma rede de lanches mais saudáveis. Comemos uma foccacia, estava boa, mas nada de extraordinário. Leo achou meio fraco, mas talvez seja o horário, comemos mais tarde e isso pode reduzir as opções disponibilizadas nos buffets. Localização: https://goo.gl/maps/p5vWXxCYefE2. Já Pomme de pain é uma rede com várias unidades espalhadas pela cidade e eles servem sanduíches bons e baratos. Nossa, se tivesse um assim em BH eu seria muito fã, porque o sanduba estava gostoso, era farto e o pão… ah aquela baguete crocantinha é um amor ne? Crocante, não quebradiça!. Localização: https://goo.gl/maps/zWzZDWpHV8r.

Crêperie Beaubourg

Almoçamos em dois lugares. O primeiro foi o Crêperie Beaubourg. Pegamos o menu du jour que contemplava um crepe salgado (feito com trigo sarraceno, nossa, simples e delicia), um crepe doce e uma taça de sidra ou vinho. Eu adoro crepe e nem sempre encontramos a massa com trigo sarraceno, que é mais leve e de fácil digestão. Este foi um dos endereços que queria ir e valeu a pena (tanto pela comida como pelo custo). Localização: https://goo.gl/maps/2SK9mwU8f5R2. E fechamos nosso segundo almoço tardio no Aux 2 Oliviers. Também fomos num menu de entrada e prato principal. A entrada era crepe, que por sinal estava muito bom. Já os pratos, Leo não gostou do prato com frango (era uma coxa de frango e ele achou complicado de comer, ficou brigando com a comida rs) e o meu foi espaguete com aneis de lulas e pesto  que estava muito bom, o cozimento da lula estava incrível, nada de chiclete borrachudo… Lugar pequeno, bem local, nada de turistas. Nos trouxeram pães para acompanhar a refeição e estava ótimo também. Localização: https://goo.gl/maps/HzcFPMwdy3n. Em todos os lugares o atendimento foi bom, não tivemos problemas como muita gente reclama da rispidez dos franceses.

Aux 2 Oliviers

As nossas comprinhas da noite geralmente eram feitas no Carrefour. Eles contam com uma seleção de vinhos franceses bons e são separados por regiões produtoras mais famosas (Bordeaux, Borgonha, Rhône e Provence). E os queijos franceses, em especial os de cabra são incríveis e baratos. Pegamos um Camembert e é curioso, pois nunca vi um queijo que cheirasse (fedesse seria mais adequado…) e com sabor intenso, coisa que aqui no Brasil é difícil de achar. Na parte de embutidos, era possível comprar em pequenas quantidades, não é que nem no Brasil que vem aquele monte de coisa que para uma pessoa ou duas fica uns 3 dias para comer…

Marche St Quentin
Passamos no Marche St Quentin, um dos mercados de Paris. Pena que foi no último dia, pois tinham muitas opções de queijos, vinhos, embutidos e comidinhas com aquela carinha de recém feito. Talvez fosse mais complicado por conta das quantidades, mas a variedade me chamou atenção. Aqui em BH eu adoro ir ao mercado central, mas não se compara. Vou exemplificar pelo queijo: enquanto no mercado central encontramos numa barraca uma variedade de uns 8 tipo de queijo (com uma e outra variação de marca), lá eram uns 30 fácil. Isso também vale para embutidos, eu que amo fiquei desorientada. Localização: https://goo.gl/maps/VtzvBoWUFis


Ainda postarei as dicas de comidinha e bebidas de Roma, Amsterdã e Bruxelas!

1 Comment

  1. Claudia

    08/04/2019 at 23:08

    Que momento feliz de ler esse post! Estou à caminho da europa no próximo mês e passarei por Paris. Adoro suas dicas. Ainda lembro da sua recomendação do Roça Capital, no mercado de BH. Fui lá com minha amiga local, que não conhecia, e amamos demais!
    Vou anotar tudo 😊
    Vocês falam francês? Dá pra me virar só com o inglês? Só sei os cumprimentos básicos em francês

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.