Todo mundo precisa de uma bunda?

Bom, o título foi uma pegadinha. Na verdade foi e não foi. Semana passada circularam as fotos da não-sei-lá-celeb Kim Kardashian na revista Paper. A donzela mostrava os seus atributos, bom o atributo: a bunda enorme. Juro, eu não entra na minha cabeça uma bunda daquele tamanho, deve pesar as costas. Enfim…

Mas a questão é outra. Viram que eu não consegui denominar o que a moça faz? Pois é, ela ficou famosa por um video pornô caseiro que “caiu na rede”. Ela já era rica, ai depois disso ganhou fama e até série na tv. Assisti algumas vezes, certas coisas são bem engraçadas porque eles são bem escrachados, mas nada imperdível. A impressão que dá é que os Kardashians são emergentes, não sabem lidar e querem mostrar a qualquer custo que eles são fodões. Kim causa o tempo todo, quem ainda não sacou que é proposital? Se bobear ela pediu um aumento de bunda na publicação para ficar mais chocante. Lembrando que ela já passou por várias plásticas, criou um jeito Kardashian de maquiagem e seu estilo é copiado por muitas (apesar de ser duvidoso ao cubo).

kk 01

Para mim este comportamento esconde uma carência das bravas. Carência que aliada ao curiosidade humana sobre vida alheia. Com a internet, ficou fácil conseguir uns “likes de fama”. A figura vai lá, causa e pronto, muitos seguidores, likes e depois um ciclo vicioso para manter a fama, afinal tem muita gente que gosta de ser bajulado, a pessoa se sente mais forte e capaz. Jeito Kardashian de ser. Mas e a intimidade? Juro para vocês, vi uma pessoa que postou os tubetes de exame de sangue, olha, foi demais para mim. Ai tinha um tanto de gente perguntando o que foi, desejando melhoras. Perae porra…

Ai esta ultra exposição gera um outro fenômeno. As pessoas acham que porque certas pessoas abrem a vida para a geral que a de todo mundo sujeito a palpites, bisbilhotamentos e afins. Curiosos sem noção. Olha, isso é irritante e dá um certo medo. É um direito meu, seu e quem quiser não expor a vida, ter que dar satisfações. Eu sou bem reservada na minha vida pessoal, com o tempo eu aprendi que isso seria melhor e foi.

kk 02

Intimidade a gente só dá para quem quer. Tem gente que é puta das intimidades, dá para todo mundo e depois reclama que não tem sossego, que tá na boca da galera, ai sofre quando algo dá errado e todo mundo vem perguntar, mas a carência é tão forte que prefere sofrer no coletivo que chorar no cantinho. Em vários momentos eu tive que chorar no cantinho este ano. E não queria consolo porque somente eu poderia resolver as minhas questões. Precisava de tempo para pensar. Tem gente que não vai te ajudar e se bobear pode piorar o seu estado mental. Fiquem esperto com estes “amigos curiosos”, dica de amiga (e de grátis e sem ser publi!).

Respeitar quando não te dão trela também é vital. Guarde a sua curiosidade num potinho. Se a pessoa não quer, não force. Ela tem os motivos dela e se um dia se sentir a vontade ela vai te falar ou você vai saber. E se coloca no lugar do outro, você tá com um problemão e tem gente te pentelhando… Vai resolver alguma coisa? Na minha vida foram poucos que entraram e me ajudaram. E os que me ajudaram foram os que procurei pois tinha a certeza que eles me dariam a mão.

kk 03

Vou te contar, o mais próximo que chego da Kim é que ela tem uma bundona e eu também.  Ainda bem as semelhanças param por ai.

 

Sobre o outubro rosa e outras coisas

Uns cinco anos atrás, eu acordei cedo para levar minha mãe ao hospital. Ela ia tirar um nódulo no seio. Vocês sabem o que isso significa não é? Poderia ser câncer ou não. Meu pai não poderia levá-la e sinceramente eu acho que ele estava com medo, quem não teria não é? Apesar das diferenças, eles são muito companheiros e se dão muito bem.

No caminho nós fomos caladas, geralmente quando minha mãe está no carro não existe silêncio. Ela estava apreensiva e para piorar, o trânsito estava ruim e ligaram do hospital avisando que ela tinha 20 minutos para chegar. Ela desesperou, começou a falar sem parar…Nós chegamos e só Deus sabe como eu corri, cortei carros e avancei sinais. Ela foi na frente, fui parar o carro e só tive notícias que ela estava “no preparo” para a cirurgia. Merda, eu não consegui me despedir, não consegui desejar boa sorte…

mae 01

Aí eu esperei longas duas horas e meia. A enfermeira me disse que estava tudo ok, mas só sossegaria ao vê-la no quarto. Ela chegou desacordada, tão frágil. Não parecia aquela mulher tão alegre que me ensinou tanta coisa, inclusive a ser uma mulher. Eu chorei demais, brotou uma sensação de perda repentina que nunca me aconteceu antes.

Ela acordou, conversamos e ela pediu para ir ao banheiro. Ela olhou o seio operado, uma pequena cicatriz. Não sei se isso a incomoda tanto, mas a nossa preocupação maior passou dias depois ao saber que o nódulo era uma calcificação e ela teria apenas que fazer um controle periódico mais intenso que o de costume. Ela continuou vaidosa e alegre como sempre, nada de se abater.

mae 03

Meu pai ficou com ela no hospital, eu fui para a faculdade. Mamãe teve alta no mesmo dia e no outro já queria retomar as atividades diárias da casa. Parece meio estranho, mas isso me deixou mais próxima a ela. Hoje ela me escuta bastante, nos últimos meses ela se tornou aquela que me escutava quando eu precisava de desabafar e colocar as minhas idéias no lugar.

Hoje eu entendo que a gente tem que aproveitar as oportunidades que a vida nos dá mesmo que sejam no meio da tempestade. Neste caso foi uma tempestade de verão que chegou sem avisar, veio forte e saiu dando lugar a um sol inexplicável. Quero conviver não só com minha mãe, mas com meu pai e meu irmão o maior tempo possível, a gente nunca sabe o que vai acontecer daqui para frente. Assim como pessoas queridas, poxa, todo mundo fala de falta de tempo. Nem sempre é necessário sair para um bom lugar, que tal assistir um filme em casa comendo pipoca de microondas e tomando coca-cola? Não precisa de arrumar roupa, maquiar, gastar uma grana louca…

Simplificando para viver mais o que realmente importa.

mae 02

ps.: façam o controle não só do auto-exame das mamas, mas sim um check-up total com frequência. A grande maioria das doenças pode ter um tratamento com maior eficiência se tratadas logo no início. É complicado manter uma disciplina, mas ultimamente tô anotando tudo numa parte da agenda (é, eu sou idosa e uso agenda de papel ainda rs).

fotos Pedro Furtado | Exposição do Dia das mães do Shopping Boulevard

#carnavaliza: DIY coroa de flores estilo Frida Kahlo

frida kahlo carnaval sim senhorita camila gomes

Deixei para hoje o passo a passo da coroa da Frida Kahlo! É uma ideia simples e você vai precisar de flores artificiais, arame, elástico ou uma tiara baratex, além de tesoura e uma alicate para cortar fio. Fiz uma maquiagem mais alegre, em vez de marcar o côncavo com sombra marrom eu usei uma no tom de pêssego com a iluminadora beeeeem forte na pálpebra móvel além de marcar bem as sobrancelhas (que não deu efeito Frida por falta de sobrancelha mesmo kkkk).

Arrematei com o batom Stoplight Red/Feu Rouge da Wet’n Wild. Recebi ele da loja online Shiny Dawn (obrigada Fê!), a cor é um vermelho que puxa pro laranja e fica muito cara de mexicana, ficou no ponto. Eu já tive produtos da Wet´n, mas batom eu nunca comprei e gostei da pigmentação dele. É cremoso, ai se você quer matificar, basta tirar o excesso, reaplicar (o batom fica mais forte) e aplicar um pouco de pó translúcido por cima.

Vamos ao vídeo? A trilha é toda do Boss in Drama que eu adoro, tem as músicas disponíveis para download na fanpage dele no Face (link aqui oh). <3

Endereços da loja Estrada Real:

Centro I – Rua Caetés, 192 – Tel.: (31) 3224-8720
Centro II – Av. Santos Dumont, 590 – Tel.: (31) – 3272-6545
Savassi – Av. Cristovão Colombo, 467 – Tel.: (31) 3261-1566

1 2 3 10