#viaja: Praga por Leo Araújo

Praga é a capital da República Checa, situada às margens do rio Vltava, confluente do rio Elba. É uma cidade muito antiga, com registros de assentamento permanente em sua região no Século IX. A cidade é patrimônio mundial da Unesco, graças ao seu extenso conjunto arquitetônico e cultural. Sua arquitetura medieval é única e encantadora, o que a faz um destino muito comum para casais. A cidade é populosa, com mais de um milhão de habitantes e recebe muitos turistas o ano inteiro. Praga é famosa por ter sido residência do compositor Antonín Dvořák, Mozart durante algumas temporadas (Praga foi palco da estreia de Don Giovanni), do pintor Alfons Mucha, mas é mais conhecida por ser a casa do escritor Franz Kafka, quem recebeu um museu em homenagem.

Rio Moldava e Dancing House (Tančící dům)

ONDE FICAR: Para quem não tem problema para caminhar, basta procurar um hotel próximo à cidade velha. Em um raio de menos de 1km existem muitas opções de hotéis e albergues, assim fica fácil fazer os passeios sem precisar usar o transporte público.

Dancing House (Tančící dům)

ONDE IR: A cidade velha é um encanto, formada por casas antigas com grandes portas e janelas, e construções imponentes como o Castelo, as pontes e as torres. Os principais pontos, sempre abarrotados de turistas, são: a praça da cidade velha (Staroměstské náměstí), onde encontra-se a torre com o famoso relógio astronômico; a ponte de Carlos (Karlův most); e o Castelo de Praga (Pražský hrad). Outros pontos interessantes para visitar são: Palácio Wallenstein (Valdštejnský palác); Parque Vojan (Vojanovy sady); Jardim Real de Praga (Královská zahrada); bairro Josefstadt, com o gueto, cemitério judaicos e sinagogas; casa dançante (Tančící dům), um prédio de escritórios projetado pelos arquitetos Vlado Milunić e Frank Gehry; diversos museus.

Praça da cidade velha (Staroměstské náměstí)

O QUE COMER: Vários países do leste europeu clamam serem os autores do Goulash (aparentemente é um prato de origem húngara), o que nada mais é do uma carne de panela (carne de boi). Você verá vários restaurantes servindo o Goulash, mas nada especial.

(Goulash, foto da Wikipedia)

A cerveja é muito popular na República Checa, tanto é que este é o país com maior consumo de cerveja per capita. Os rótulos mais famosos internacionalmente são: Pilsner Urquell (Plzeňský Prazdroj) e Budweiser Budvar (Budějovický Budvar). A cerveja Pilsen (um tipo de cerveja lager) é originária da cidade de Pilsen (Plzeň), na Boêmia, a aproximadamente 100km de Praga.

(Pilsner Urquell, foto da Wikipedia)

Indo a Praga, não deixe de provar o Trdelník, um pão doce com canela em que a massa é enrolada em um cilindro e assado na churrasqueira. O melhor fica em frente à igreja de San Nicholas (Chrám svatého Mikuláše) veja aqui: goo.gl/euBKoW

(Trdelník, foto da Wikipedia)

DICA DE SEGURANÇA: Como todo o leste europeu, as cidades turísticas possuem muitos pickpockets (estilo mão leve, rouba sem que percebamos). Tome cuidado com seus pertences, mantenha-os sempre à vista. A República Checa também é famosa por muitos furtos de automóveis, o que pode dar um dor de cabeça se estiver com carro alugado (contrate um seguro no ato da locação).

Castelo de Praga (Pražský hrad)

DICA $$$: A moeda na República Checa é a Coroa checa (koruna česká, código: CZK). Hoje, um real equivale a quase 8 coroas checa. Fique sempre atento à conversão. Existem muitas casas de câmbio, com taxas que variam muito. É bom fazer uma pesquisa antes de trocar os Euros na primeira casa de câmbio que aparecer. Como é fácil sacar dinheiro em caixas automáticos, ou pagar com cartão, é bom verificar as taxas para ver qual é o melhor negócio. Além disso, alguns comerciantes podem aceitar Euro como pagamento. Faça as contas para não terminar a viagem com muitas coroas sobrando no bolso.

Praça da cidade velha (Staroměstské náměstí)

#trem: Eu faço terapia

#Trem é uma expressão que mineiro usa bastante, seja para indicar algo ou alguma coisa. Muitas vezes eu queria falar de certos assuntos que nem sempre são temas fortes do blog, ai para falar destes assuntos aleatórios, estas “coisas”, veio a #trem hehehe.  Neste vídeo eu como porque faço terapia, qual momento da vida decidi fazer e outros fatores que só assistindo o vídeo que vocês entenderão o processo.