W10

MP: O tricot mais amado

Esta ideia da sobreposição é muito boa. Boa para aqueles momentos que não dá para carregar o armário todo, tipo em viagens longas, ainda mais tem tempos que muitas pessoas viajam e compram roupas, ai não compensa ocupar espaço na mala, tem que deixar pras novinhas né? Eu já fiz sobreposição com este vestido, justamente por amar a parte de baixo, que tem uma renda linda, mais sofisticada.

Engraçado que estas fotos já estavam prontas e as meninas da Oficina de Estilo postaram sobre a Matemática de Guarda-Roupa, em resumo: a parte de cima do nosso corpo chama mais atenção que a de baixo. Você pode usar a mesma peça de baixo a semana toda e só trocar a de cima, a sensação é de 5 produções diferentes, já se mantiver a parte de cima, é de uma. Aquela história da primeira impressão, sabe? Então, o melhor é investir em partes de cima, inclusive acessórios. Legal né?

O último look de com o vestido branco foi com uma das compras mais bacanas que fiz no ano passado, este tricot da Farm é mais larguinho, o fio não é aquele felpudo que fica rápido e dá bolinhas num instante. Já perdi as contas de quantas vezes usei, e comprei no verão (usei na época das chuvas, com uma regatinha trifil por baixo).

tô aqui oh: Twitter Facebook Bloglovin

W08

MP: Póa, onça e renda

Esta ideia da sobreposição é muito boa. Boa para aqueles momentos que não dá para carregar o armário todo, tipo em viagens longas, ainda mais tem tempos que muitas pessoas viajam e compram roupas, ai não compensa ocupar espaço na mala, tem que deixar pras novinhas né? Eu já fiz sobreposição com este vestido, justamente por amar a parte de baixo, que tem uma renda linda, mais sofisticada.

Engraçado que estas fotos já estavam prontas e as meninas da Oficina de Estilo postaram sobre a Matemática de Guarda-Roupa, em resumo: a parte de cima do nosso corpo chama mais atenção que a de baixo. Você pode usar a mesma peça de baixo a semana toda e só trocar a de cima, a sensação é de 5 produções diferentes, já se mantiver a parte de cima, é de uma. Aquela história da primeira impressão, sabe? Então, o melhor é investir em partes de cima, inclusive acessórios. Legal né?

Lembram da blusa que comprei na loja Ana.Ana? Pois é, nesta combinação usei a blusa e um cinto de onça, para deixar a frente da blusa arrumada. Dei duas dobras pequenas e coloquei por dentro do cinto, deixando a parte de trás para fora, para fica um ar mais casual. Adoro esta combinação de poá e onça, logo tenho que ficar esperta, pois já vi que é a minha combinação muleta: na falta de imaginação ou tempo, vou nela pois acredito que sempre dá um impacto visual positivo sem causar muito (ela vai aparecer de novo). Tem alguma combinação que você gosta e sempre usa na pressa?

tô aqui oh: Twitter Facebook Bloglovin

W06

MP: blusas, laços e crepe

Esta ideia da sobreposição é muito boa. Boa para aqueles momentos que não dá para carregar o armário todo, tipo em viagens longas, ainda mais tem tempos que muitas pessoas viajam e compram roupas, ai não compensa ocupar espaço na mala, tem que deixar pras novinhas né? Eu já fiz sobreposição com este vestido, justamente por amar a parte de baixo, que tem uma renda linda, mais sofisticada.

Engraçado que estas fotos já estavam prontas e as meninas da Oficina de Estilo postaram sobre a Matemática de Guarda-Roupa, em resumo: a parte de cima do nosso corpo chama mais atenção que a de baixo. Você pode usar a mesma peça de baixo a semana toda e só trocar a de cima, a sensação é de 5 produções diferentes, já se mantiver a parte de cima, é de uma. Aquela história da primeira impressão, sabe? Então, o melhor é investir em partes de cima, inclusive acessórios. Legal né?

 Esta blusa não é exatamente o tom do vestido e por ser de crepe, fica transparente, e ainda marca o babado do vestido. Isso aparece mais na foto que ao vivo. Enfim, a ideia é pegar uma blusa com tom semelhante ou igual mesmo e colocar por cima, ai fica um outro vestido. Puro e simples. Como a blusa tem elástico, eu finalizei o look com um cinto fino, escolhi o de onça, pensando que esta poderia ser uma mala que eu pudesse levar apenas um cinto. Mantive a sapatilha do look anterior, para dar aquela sensação da pequena ousadia de mesclar uma cor forte com a estampa de bicho.

tô aqui oh: Twitter Facebook Bloglovin

1 2